Como renegociar uma dívida

Ficar endividado infelizmente é uma realidade mais comum do que parece. Se de nada adiantou tentar economizar para não entrar em dívidas, saiba que você pode renegociar o débito para dessa forma resolver o problema da melhor forma! Confira a seguir dicas de como renegociar uma dívida!


Procure o credor

Ao notar que você não vai conseguir pagar a dívida em questão, procure o quanto antes um contato com seu credor. Se você tiver êxito ao negociar a dívida e assim chegar a um acordo, deixe os termos escritos em um contrato, para sua maior segurança.

Compreenda sua dívida

Procure listar todas as suas despesas, como luz, telefone, água, alimentação, transporte, entre outras contas. Confira quais são os seus débitos, como cheque especial, financiamentos, cheques sem fundos, entre outras dívidas.

Corte as despesas desnecessárias

Procure reduzir ao máximo todas as suas despesas, aquelas que não têm problema se você deixar de lado por um tempo, como por exemplo, passeios no shopping, pedir comida no delivery, cinema, entre outros tipos de entretenimento. Faça as suas contas e confira o que irá sobrar para o pagamento dos débitos.

Histórico

Você pode enviar uma carta ao seu credor pedindo que ele mande informações mais detalhadas da dívida, como o total das parcelas pagas, taxas de juros, o período que você ficou inadimplente, entre outros dados importantes para que você possa entender da melhor forma o seu débito, e assim ter mais informações na hora de pagar a dívida com o credor em questão.

Renegocie primeiro as dívidas mais altas

Os débitos mais altos não são os que possuem uma parcela maior, no entanto os juros são muito mais altos, já que elas crescem sem controle, como no caso do cartão de crédito e do cheque especial. Essas dívidas são as que precisam ser renegociadas primeiro para não causar uma bola de neve.

Pague apenas o que você pode

Ao renegociar seu débito, esteja plenamente certo do que você pode pagar. Isso porque de nada adianta renegociar e depois começar a dever novamente, como se fosse um ciclo sem fim.

Cancele o cheque especial e o cartão

O cheque especial e o cartão de crédito são as linhas mais caras, e por isso é altamente indicado não pagar somente o rotativo do seu cartão. Use seu cartão apenas se você pode pagar na data do vencimento. Caso isso não seja possível, cancele seu cartão e procure utilizar outras maneiras de financiamento, como um empréstimo, por exemplo.

Procure comprar tudo à vista

Após pagar suas dívidas e deixar tudo em ordem, o recomendado a se fazer é mudar seus hábitos financeiros. Procure pagar tudo à vista, por mais que o cartão de crédito seja tentador. Com o tempo você se acostumará e verá que pagar suas compras à vista é o melhor a se fazer, e você não acumulará dívidas. Saiba que um dos maiores motivos para as pessoas entrarem em dívidas é o uso não consciente do cartão de crédito.

Com essas dicas ficará muito mais fácil renegociar dívidas bancárias ou de outras instituições.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentários

comentários

Deixe um comentário